Aqua Multitoque
Tendências e análises

Shopping center e touchscreen: como explorar o potencial de vendas

Qual o futuro dos shopping centers? Em vez de fazer previsões, vamos nos concentrar em soluções futuristas que já podem ser usadas hoje.

Shopping center e touchscreen: como explorar o potencial de vendas dezembro 23, 2016

Diretor de marketing da Aqua

Qual o futuro dos shopping centers? Essa é uma boa pergunta, e a resposta vale milhões. A verdade é que tudo depende do perfil dos consumidores. Há regiões em que os shoppings estão crescendo, há mercados inexplorados, e certamente muitas mudanças acontecerão nos próximos anos.

Em vez de fazer previsões, vamos nos concentrar em soluções futuristas que já podem ser usadas hoje. Afinal, os shoppings costumam estar na vanguarda do varejo. Através do uso da tecnologias diversas, como telas touchscreen, os shoppings podem proporcionar o máximo de opções, informações e satisfação para seus clientes. Abra novas possibilidades para os lojistas, melhore o atendimento dos consumidores, gere mais receita para o shopping center. Todo mundo sai ganhando.

Orientação ao visitante

Ao procurar um shopping, os consumidores buscam conveniência e diversidade de serviços. Um dos pontos-chave para satisfazer os clientes é proporcionar-lhe a melhor experiência possível. Isso é alcançado fornecendo-lhes orientação espacial, através de mapas e localização de lojas.

Um totem seria a solução ideal, pois através de uma tela touchscreen o usuário tem acesso facilitado a tudo o que precisa: ele se localiza, encontra uma loja especifica, define uma rota, encontra o elevador, banheiros, rotas para deficientes físicos. Em outras palavras, qualquer tipo de informação para o seu deslocamento está ali, na ponta dos dedos.

O uso dessa tecnologia acaba diminuindo a necessidade de funcionários para fornecer tais informações, liberando os seguranças para sua função principal, além de aumentar a satisfação do cliente.

Uma análise da interação dos usuários nessas telas também é importante. Que tipo de dúvida eles têm? Qual loja ou produto procuram no shopping ou mall? Esse entendimento pode indicar alguma falha na comunicação visual ou no mix de lojas.

Oferta de lojas e produtos

Outra importante questão relacionada aos shopping centers também diz respeito à sua diversidade. E se o cliente se perde em meio a tanta opção e não sabe o que quer? Mais uma vez, o uso da tecnologia traz grandes benefícios. Através do uso de aplicativos que tragam informações, não apenas de uma loja como um todo, mas de produtos específicos, é possível direcionar o cliente para aquilo que ele deseja e até mesmo estimular mais compras no shopping center .

Por meio do aplicativo e dos totens espalhados, é possível até apontar para o cliente interesses baseados em seu perfil, em suas intenções, entendendo o consumidor e lhe fornecendo as opções adequadas.

Esse vídeo com David Blumenfeld, da Westfield Labs, mostra algumas dessas possibilidades.

Publicidade em shopping center

Por ser um local específico de compras, os shoppings centers possuem uma audiência qualificada, apta a gastar e pronta para consumo. Em resumo: são lugares extremamente adequados para publicidade.

O uso dos totens com telas interativas possibilita a divulgação de promoções, descontos e novas lojas. Isso acaba incentivando o consumo e aumenta o gasto médio por cliente.

Além disso, os totens podem ser verdadeiros outdoors compactos, onde anunciantes paguem para expor seus produtos. A venda de publicidade interativa nos shoppings está se tornado uma importante receita para o shopping, com resultados muito superiores ao digital signage tradicional.

Para os lojistas

Os totens são equipamentos de grande valor também para os lojistas. Oferecem uma gama de funções que implicam desde aumentar o movimento em sua loja até servir de vitrine virtual, sendo um chamariz para visitação.

Algumas áreas físicas dos shopping centers são naturalmente menos frequentadas do que outras, e, nesse sentido, o uso da tecnologia pode servir para incentivar o fluxo de pessoas nesses locais. Esse incentivo pode advir desde a simples exposição de produtos das lojas que se encontram nas regiões em questão, tanto como na divulgação de promoções e outros incentivos diversos.

Para vantagens adicionais ao varejista, conheça mais sobre Showcase Varejo, nosso catálogo interativo voltado para venda de produtos e serviços.

E-commerce nos shoppings

Outra função extremamente inovadora e rentável oferecida pelos totens é a possibilidade do lojista manter sua loja virtual dentro do shopping centers.  O totem se torna o ponto de venda do produto, transformando uma pequena área em uma fonte de vendas de enorme potencial.

Esse recurso é muito interessante para os shoppings uma vez que os mesmos ganham, principalmente, através da locação de espaço, e o totem serviria, nesse sentido, como um espaço comum compartilhado por um número indeterminado de lojistas.

No Brasil isso ainda é um conceito novo, mas no exterior já vimos bons exemplos. A eBay, em parceria com a Westfield Labs, já fez soluções como essa desde 2013. Essa é uma poderosa solução para conectar online e offline no varejo e nos malls.

Otimização dos serviços em shopping center

A função de autoatendimento, proporcionada pelos totens, é muito eficiente na otimização de diversos serviços presentes nos shoppings centers. Por exemplo, o totem pode ser uma alternativa aos caixas de estacionamento dos shoppings, melhorando o serviço, na medida em que diminui as filas e beneficiando o empresário, que terá um menor custo com pessoal.

Outro aspecto interessante é que o totem pode servir de canal de comunicação entre os visitantes e o shopping: os clientes podem, através da tela, fornecer feedbacks, sugerir melhorias, apontar críticas e fazer elogios.

Multiplique sua área útil locável

Área bruta locável, ou ABL para os íntimos, é a área útil nos shoppings que serve para locação de lojas e quiosques. Quando mais espaço, mais lucratividade terá o shopping.

Há várias formas de aumentar uma ABL de um shopping. Podemos alugar espaços nos corredores, ou construir um novo anexo. Mas que tal usar telas interativas? Com catálogos digitais, vitrines interativas e novas formas de pagamento, tudo é possível.

Shopping center interativo