Aqua Multitoque
Mídia e eventos Projetos Aqua

Solução multitoque é apresentada em evento da Cemig

Solução multitoque é apresentada em evento da Cemig agosto 17, 2009

Diretor de marketing da Aqua

Anualmente, a Cemig – Companhia Energética de Minas Gerais – promove a Semana de Tecnologia e Inovação, evento que apresenta projetos inovadores da empresa em diversas áreas, como geração e transmissão de energia, meio ambiente, novos equipamentos e alternativas energéticas. A FV Eventos, responsável pela organização da Semana, procurou a Aqua em busca de um recurso que cristalizasse a essência do evento: o casamento entre tecnologia e inovação. A solução touchscreen multitoque da Aqua apresentou-se como a alternativa perfeita.

A Aqua trabalhou junto à Cemig e à FV Eventos para desenvolver um aplicativo que fosse ao mesmo tempo didático e divertido, e que também explorasse as novas possibilidades abertas pela interface touchscreen multitoque.

Seguindo essa orientação, criou-se um jogo interativo em que os participantes eram convidados a testar seus conhecimentos sobre geração de energia elétrica. Cartas descritivas sobre formas de geração eram apresentadas e a pessoa deveria classificá-las de maneira correta, arrastando com as mãos para um dos lados da tela. Erros e acertos eram apresentados ao final em um placar.

O equipamento multitoque utilizado, produzido pela Aqua, conta com tela de 40 polegadas e uma avançada tecnologia de rastreamento óptico, propiciando excelente performance e tempo de resposta.

Gustavo Fantini, diretor de tecnologia da Aqua, fala sobre o processo de criação e produção: “O prazo de um mês parecia impossível para construir o novo equipamento e desenvolver um aplicativo relativamente complexo. Trabalhamos dia e noite mas o resultado foi bastante recompensador”.

A Semana de Tecnologia e Inovação foi um sucesso e a solução da Aqua tornou-se, sem dúvida, uma das grandes atrações. O espaço exclusivo dedicado à tela multitoque teve grande visitação, com pessoas de idades e perfis variados experimentando e aprovando a nova experiência.

“Foi muito legal ver desde crianças até idosos aprendendo e se divertindo com o game que, de tão intuitivo, mal precisava ser explicado. Mesmo aquelas pessoas menos habituadas a novidades tecnológicas interagiam com muita facilidade assim que tocavam na tela pela primeira vez”, continua Gustavo. E conclui: “Uma interface multitoque bem planejada e concebida deve conter elementos que se comportam como objetos do mundo real. Isso diminui bastante a curva de aprendizagem para operar o aplicativo, já que mesmo usuários leigos se sentem rapidamente familiarizados”.